E-commerce nunca foi tão importante como agora! Invista em uma loja virtual para sua empresa

Segundo dados da revista Exame, as compras realizadas pela internet tiveram um aumento de 40% desde o início da quarentena causada pelo novo coronavírus. Se a situação ficou complicada para diversos setores do comércio, principalmente para as lojas físicas, o e-commerce viu na situação uma grande oportunidade de crescimento.

As empresas que já possuíam um comércio eletrônico precisaram fortalecer os seus serviços, ampliando a variedade de produtos, investindo em reforço tecnológico e profissionais para atendimento. Já as empresas que ainda não oferecem atendimento e vendas de forma virtual precisam, mais do que nunca, investir em nestas plataformas.

Ainda não é possível saber até quando a quarentena vai durar. Mas é consenso entre especialistas em futurologia que a situação veio para mudar de vez a relação do consumidor com marcas e empresas e seus hábitos de consumo. Já era mesmo previsto que as vendas pela internet seriam cada vez mais comuns nos próximos anos, mas a pandemia veio para acelerar o processo e esta forma de compra vai crescer a cada dia mais.

Alguns setores têm apresentado melhor procura do que outros, como os que oferecem serviços de primeira necessidade (supermercados, farmácias e restaurantes). Mas outros segmentos também se beneficiam em tempos de quarentena, com as pessoas estão ficando mais em casa. Alguns exemplos:

– lojas de eletrônicos, uma vez que as pessoas trabalham em casa e precisam de máquinas mais rápidas e eficientes;
– lojas de móveis e objetos para escritórios, já que muita gente não tinha uma cadeira de computador em casa, por exemplo, ou mesas ideais para trabalhar;
– lojas de utilidades domésticas. Muita gente que não cozinhava em casa passou a fazê-lo, e precisa de utensílios.

A lista certamente é maior e é importante que todo empresário faça um planejamento, contemplando análises de cenário, buscando entender onde sua empresa está e onde pretende chegar, pensando especialmente como pode ser útil ao consumidor neste novo momento.

É fundamental também contar com a ajuda de especialistas. Começar a vender pela internet envolve muitas questões e contar com quem tem conhecimento sobre o assunto pode ser determinante para tomar decisões mais acertadas, além da escolha das ferramentas mais adequadas e de melhor relação custo-benefício.

Um exemplo simples é a utilização do Whatsapp Business, uma forma profissional e eficiente de se conectar com o consumidor de maneira mais ágil. Com esta ferramenta configurada da forma correta, as possibilidades de se fechar uma venda são maiores.

Outro exemplo, desta vez mais complexo, é a configuração de um e-commerce. É preciso pensar na plataforma a ser utilizada, formas de pagamento, logística, composição de custos, ERP, usabilidade do site, dentre várias outras análises a serem feitas visando a conversão das visitas em compras efetivas. É necessário um suporte tecnológico eficiente para garantir que, mesmo com muitos acessos simultâneos, o consumidor consiga navegar pelo site sem problemas. E é importantíssimo saber como configurar um site que seja completamente seguro para o consumidor, principalmente se ele tiver que colocar dados como número de cartão de crédito para efetuar a compra.

Estes são apenas alguns poucos exemplos da complexidade da tomada de decisões quando se planeja vender pela internet. Possibilitar que o consumidor encontre o seu produto de forma virtual será ainda mais fundamental daqui pra frente. E a tarefa exige seriedade, muito planejamento e conhecimento.

Não coloque em risco a reputação da sua empresa. Confie este trabalho a quem possui ampla experiência no mercado digital. A agência Big Data possui em seu portfólio clientes com ótimos resultados em e-commerce. Converse com a gente para que possamos ajudar a sua empresa a crescer nestes novos tempos!

8 dicas para ter um e-commerce de sucesso

Apesar de 2017 ter sido um ano difícil para a economia brasileira, as vendas por e-commerce cresceram 12% em relação ao ano anterior, com faturamento na ordem de 59,9 bilhões de reais, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). A estimativa é de que o crescimento em 2018 seja ainda maior. Por este motivo, micro e pequenos empreendedores desejam migrar suas lojas para o meio eletrônico, mas muitos não sabem por onde começar.

Confira agora 8 dicas para ter um e-commerce de sucesso:

1 – Planejamento

Um bom planejamento deve sempre ser o ponto de partida para qualquer negócio, e com as lojas virtuais não é diferente. Faça planilhas de gastos e anote todas as questões referentes ao negócio tais como custos, estoque, logística, pagamento de funcionários e fornecedores, etc. Tudo deve ser amplamente pesquisado e anotado, de forma a evitar surpresas no futuro.

2 – Escolha uma boa plataforma

Atualmente existem dezenas de plataformas para estruturar o seu e-commerce, cada uma com características e particularidades diferentes. Pesquise bastante e analise qual atende melhor conforme o perfil da sua empresa.

3 – Invista em boas fotos dos produtos

Sem a possibilidade de pegar no produto, quando fazemos uma compra online, são as fotos que nos passam a credibilidade e segurança para finalizar a compra. Contrate um fotógrafo profissional e fotografe os produtos em diversos ângulos, lembrando sempre de que é preciso passar veracidade. Cores, tamanhos, tudo tem que ser o mais fiel possível ao produto.

4 – Fique atento à navegabilidade

Lojas virtuais precisam conter todas as informações sobre os produtos de forma clara e objetiva, com fotos e informações completas, mas o site deve ser leve e de carregamento rápido. O maior volume de acessos à internet é por meio de celulares e por isso o conteúdo deve ser planejado para se adaptar à tela dos smartphones de forma esteticamente agradável e funcional, guiando o visitante ao fechamento do pedido de modo prático e intuitivo.

5 – Invista no SEO para o site ser encontrado

A grande vantagem das lojas virtuais é que elas podem ser encontradas por gente de todo lugar do mundo. Mas com tanta concorrência, como fazer para que sua loja apareça em destaque nos mecanismos de busca como o Google? O SEO é um conjunto de métodos que auxiliam neste processo. Contrate um bom profissional de marketing digital para realizar o trabalho.

6 – Logística e embalagem

Se o produto está disponível para venda, ele precisa constar em estoque! Esta conferência é sempre muito importante para evitar desgaste com o cliente. Pesquise sobre formas de entrega e capriche na embalagem, que deve ser capaz de garantir a segurança e integridade do produto.

7 – Invista em mídias sociais

O cliente precisa conhecer e chegar até sua loja. Se sua marca ainda não é conhecida, uma boa maneira de chegar até o consumidor é através das redes sociais. Divulgação dos produtos, SAC e interação com os clientes é fundamental para o sucesso de um e-commerce.

8 – Marketplaces

(importantíssimo falar sobre marketiplaces, que tem sido extremamente estratégico para lojas virtuais)

A Big Data possui em sua carteira de clientes lojas virtuais de diferentes portes e segmentos de atuação. Se a sua empresa precisa melhorar os resultados da loja virtual ou se você pretende abrir um e-commerce, entre em contato com a gente e vamos conversar!