Como as personas ajudam na construção de uma comunicação mais assertiva na internet

Já falamos aqui anteriormente que a persona é um personagem fictício criado com o objetivo de dar uma identidade específica para o público-alvo de uma empresa. Ela apresenta características únicas e bastante pessoais, que o diferem do público-alvo, com características genéricas. No post de hoje vamos aprofundar o conceito e mostrar como as personas são utilizadas no planejamento de marketing e como fazem grande diferença na hora de vender o seu produto ou serviço.

Por muitos anos, no marketing e na publicidade usávamos o público-alvo para definir o perfil das pessoas que têm maior probabilidade de se interessarem por um produto ou serviço, e assim as estratégias de comunicação eram pautadas e planejadas pensando neste grande grupo de pessoas, com interesses em comum, mas particularidades distintas. Com o passar dos anos, com o surgimento da internet e o crescimento no uso das redes sociais, sites e blogs, além da possibilidade e facilidade de mensurar todos estes acessos, foi ficando cada vez mais fácil analisar como cada indivíduo navega na internet e, assim, reconhecer seus gostos e interesses de forma singular. Desta forma, analisamos atentamente os relatórios e criamos nossa persona.

Mas a partir da criação da persona, em quais meios vamos utilizá-las, de forma prática? A resposta a esta pergunta varia de acordo com os interesses e objetivos específicos de cada empresa, mas, para facilitar o entendimento, podemos dizer que a persona irá auxiliar na criação de conteúdo dos canais da empresa na internet como site, blog, redes sociais e e-mail marketing.

Quando criamos um conteúdo, precisamos saber com quem estamos falando, ou seja, quem será o destinatário de determinada mensagem. Começar um texto (seja ele pequeno, para redes sociais, ou maior, para blogs e e-books) do zero, sem ter referências sobre quem irá receber e ler este conteúdo é muito difícil e tem grandes possibilidades de não apresentar bons resultados. Se não sei com quem estou falando, como fazer com que meu conteúdo chegue às pessoas com as quais quero conversar? Uma vez que temos a persona criada, tudo fica mais fácil e assertivo.

É preciso conhecer a minha persona para dar o primeiro passo nas redes sociais, por exemplo. Sabemos que atualmente o público mais jovem está em redes sociais como o Instagram e o Tik Tok, enquanto o público acima de 30 anos utiliza mais o Facebook e o WhatsApp. A linguagem utilizada para se comunicar com o público jovem é diferente da linguagem usada para impactar pessoas de outras faixas etárias, assim como o conteúdo para o Facebook deve ser diferente do conteúdo criado para o Tik Tok.

Conhecer minha persona em detalhes é importante também para mapear o conteúdo que será criado, selecionar as palavras-chave a serem utilizadas, fazer uma curadoria de conteúdo e até construir uma jornada de compra completa, com planejamento eficaz de inbound marketing, por exemplo.

Uma persona bem definida auxilia também na segmentação dos anúncios que serão veiculados nas redes sociais e em plataformas de busca como o Google. Principalmente quando falamos sobre investimento financeiro, cada detalhe é fundamental para impactarmos exatamente o perfil de cliente que queremos e, assim, evitar gastar verba veiculando um anúncio para quem não tem interesse na compra do meu produto.

Este é apenas um pequeno resumo da grande importância de se criar uma persona para desenvolvermos a comunicação de uma empresa de forma eficaz nas redes sociais. Todo novo cliente que entra para a carteira da Agência Big Data tem seu público-alvo estudado a fundo para que possamos construir as personas de forma detalhada. As personas norteiam o trabalho da nossa equipe para que todos estejam aptos a trilhar os caminhos mais assertivos, construindo planos, estratégias e ações de sucesso para nossos clientes. Ficou interessado e deseja saber mais detalhes sobre como podemos auxiliar a sua empresa? Entre em contato agora mesmo!

O que são personas e como definí-las

No marketing digital, persona é o personagem fictício criado para dar identidade ao público-alvo de uma empresa. Estas personas servem como guia para todas as ações de marketing que serão realizadas.

Para uma empresa vender bem, ela precisa conhecer seu público-alvo. Só assim será possível entender seus desejos e necessidades, conhecer a forma de linguagem apropriada para melhor comunicação, entender seus hábitos e costumes e aí então oferecer serviços e produtos que sejam do seu interesse.

Embora sejam fictícias, as personas são muito reais! Parece contraditório, mas é assim mesmo. Criamos personagens que não existem na vida real, mas que devem representar fielmente o público que uma empresa deseja atingir.

Qual a diferença entre público-alvo e persona?

Enquanto o público-alvo envolve uma grande parcela da sociedade, com estilos e características comuns aos grupos sociais, a persona trata de um indivíduo, único com suas características, hábitos e desejos muito bem definidos. Esta dúvida é muito comum, mas com o exemplo abaixo fica fácil de entender, veja:

Público-alvo: Homens e mulheres de 35 a 60 anos, casados, com terceiro grau completo e média mensal de R$8.000. Tem filhos, gostam de viajar e jantar em bons restaurantes.

Persona: Lúcia, 42 anos, 2 filhos, casada. Formada em gastronomia, viaja em média 3 vezes por ano ao exterior, em busca de inspirações para novas receitas. Trabalha em um restaurante conhecido em sua cidade mas tem o desejo de abrir seu próprio negócio, sonho que está próximo de realizar.

Como criar uma persona?

Se a representação deve ser fiel, não pode ter achismos. Por isso para a criação de personas é necessário identificar as perguntas principais como quem são os clientes interessados em seu produto ou serviço, se ele conhece sua empresa e como conheceu, quais são os comportamentos dele perante o que sua empresa oferece, o que ele espera quando realiza uma compra, entre outras questões.

Uma vez respondidas estas perguntas, chega a hora das pesquisas quantitativas e qualitativas. É preciso ir atrás destas pessoas e entrevistá-las seja por telefone, e-mail, pesquisa de rua ou através das várias ferramentas disponibilizadas online, como o Google Forms. A importância desta etapa é identificar padrões de comportamentos, entender as características em comuns do seu público-alvo.

É muito importante definir previamente quais perguntas serão realizadas, e  elas dependem do objetivo de cada empresa. Finalizada a pesquisa, é hora de colher todos os dados e extrair os pontos decisivos. É um trabalho complexo de análises e comparativos que irão identificar as características de sua persona.

Alguns dados fundamentais na criação da persona: nome, idade, estado civil, escolaridade, trabalho, media salarial, desejos e medos.

Pareceu complexo demais? Contratar uma agência de marketing digital com experiência em criação de personas é fundamental para um resultado de sucesso. Converse com a gente para saber como criar a persona ideal para sua empresa!