Tendências em Marketing Digital para 2019

Mais um ano chegando ao seu final e é hora de começar a planejar as ações estratégicas para 2019. Estamos vivendo uma era de transformações, onde tudo muda o tempo todo principalmente na internet. Os hábitos de consumo mudam à medida que surgem novas tecnologias e produtos, e o que foi sucesso nos anos anteriores pode não ter tantos resultados no ano que vem chegando.

Através de pesquisas de marketing, consumo e tecnologia é possível avaliar as maiores tendências no marketing digital para 2019, confira: 

1) Big Data para campanhas personalizadas

Em meio a tanta concorrência e oferta de produtos e serviços, o consumidor dá preferência a empresas que o tratam de maneira pessoal e intimista. A Adobe realizou uma pesquisa e constatou que mais de 80% dos usuários desejam uma personalização em sua experiência de compra e relacionamento com as empresas. 59% dos entrevistados disseram que esperam que as empresas conheçam suas compras passadas.

Ou seja, o consumidor sabe que os dados da sua compra e ações online são armazenados pelas empresas e não só não se importam como desejam que as informações sejam utilizadas para melhoria nos processos de compra futuros. 

2) Vídeos

A utilização de serviços de vídeos como Youtube, Facebook e Instagram estão em processo de crescimento desde 2016 e os números revelam que ainda tem muito espaço para crescer mais. Em 2016, 80% dos usuários assistiam mais vídeos do que no ano anterior. Os dados se referem tanto a vídeos publicitários, gravados e editados como para vídeos ao vivo. Aproveitar que as ferramentas de redes sociais mais utilizadas pelos consumidores fornecem a opção de live e investir nessa modalidade é uma estratégia certeira.

Estudos mostram que em 2019 a quantidade de minutos assistidos na internet ultrapassará os minutos assistindo TV. Não dá para perder esta oportunidade de se comunicar com o cliente, concorda?

3) Chatbots

Sabe quando você entra na página de uma empresa no Facebook e automaticamente abre a janela de inbox, com um conteúdo pré-definido? Estes são os chatbots. É possível programá-los com os mais diversos conteúdos e o próprio Facebook oferece a ferramenta básica e gratuita. Mas é possível ir muito além e utilizar o serviço automático dos robôs de diversas formas e em praticamente todos os espaços da internet: redes sociais, sites e muito mais. 

4) Campanhas com microinfluenciadores

Quando está pesquisando algum produto ou serviço, o consumidor consulta primeiro a opinião de familiares e amigos e, em segundo lugar, os microinfluenciadores. São pessoas que possuem de 5 a 20 mil seguidores e, por conversarem de modo mais informal que os grandes influenciadores, transmitem mais segurança ao consumidor. Uma média de 70% do público do Youtube se engaja mais com microinfluenciadores do que com grandes personalidades.

5) Produção de Conteúdo

No item 1 deste texto falamos que os consumidores querem que seus dados sejam salvos pelas empresas de forma a estreitarem relacionamentos. Para tanto, a criação de conteúdo tem relação direta com o Big Data, que busca entender os gostos, interesses e necessidades de cada pessoa. No Marketing Digital temos o que é conhecido por Inbound Marketing, onde vários conteúdos são criados pensando em uma persona específica, de modo a guiar sua jornada de compra desde o primeiro contato com a marca até a finalização da compra e pós-venda.

Estas são apenas algumas das principais tendências identificadas para as ações de marketing digital em 2019. Gostaria de implementar algumas delas ou pensar em novas estratégias personalizadas para o perfil da sua empresa? Entre em contato com a Big Data!

Fake News e a Produção de Conteúdo

Nunca se falou tanto em fake news como nos últimos meses. O tema ficou em voga com a eleição do presidente americano, Donald Trump, após pesquisas locais realizadas posteriormente às eleições identificarem que a ascensão do candidato teve início com diversas notícias falsas que circularam no país. No Brasil estamos vivenciando a mesma situação, e as redes sociais exercem grande influência na velocidade com que as notícias falsas se alastram.

Estes casos claros e atuais sobre o tema fake news servem como alerta para empresas que criam conteúdos para redes sociais. Até veículos e organizações renomadas já caíram nas notícias falsas e tiveram que corrigir a informação. Sendo assim, a possibilidade de erro por parte de quem não está muito atualizado sobre as notícias de determinado tema ou quem não tem habilidades e aptidões para criar conteúdo, buscando fontes verdadeiras, é muito grande.

Contar com o trabalho de uma equipe de profissionais especializados em comunicação é de grande valia para evitar o compartilhamento de notícias falsas. O cuidado em relação às informações é uma questão de ética para as empresas na hora da criação e compartilhamento de conteúdo.

O profissional que trabalha com produção de conteúdo possui a expertise de identificar fontes confiáveis e tem meios para confirmar notícias que pareçam duvidosas. O compartilhamento de notícias falsas pode ser extremamente danoso para uma empresa, e é um risco que não se pode correr.

A Big Data possui em sua equipe profissionais com grande experiência na produção de conteúdo dos mais diversos assuntos e segmentos, aptos para nutrirem as redes sociais e blogs com conteúdos informativos, verídicos e que convertem! Entre em contato e conheça nossos serviços!

Minha empresa deve investir em Planejamento Digital?

Segundo dados de pesquisa divulgada pelo IBGE em 2018, atualmente 116 milhões de pessoas no Brasil estão conectadas à internet, número que equivale a 64,7% da população com idade acima de 10 anos. Dentre o total de internautas, 89% já realizaram ao menos um compra online.

Estes números já comprovam que toda empresa precisa estar na internet, já que lá estão os seus clientes. É importante sempre pensar que sua empresa pode até não estar com um bom trabalho nas redes sociais, mas o seu concorrente com certeza está! Advinha qual delas terá melhores resultados?

Elaboramos 3 perguntinhas para avaliar se a sua empresa precisa investir em planejamento digital. Se você responder “NÃO” para ao menos uma delas, pode ter certeza, você precisa investir!

Quais são os objetivos da sua empresa? Eles estão claros?

Acredite, é muito comum uma empresa não saber e maneira clara qual o seu objetivo. Você pode até responder “é claro que é vender!”, mas este é o objetivo final e muita coisa acontece até chegar até aqui.

Tornar a empresa conhecida e lembrada por seus clientes, manter a marca consolidada no mercado, ter um relacionamento mais próximo com o cliente e gerar leads para usar em ações futuras são alguns objetivos muito importantes para chegar ao resultado final, que é a venda, mas que muita empresa não dá a atenção devida. Já pensou que este pode ser o motivo de sua empresa não estar saindo do lugar?

Consigo criar conteúdo de qualidade sem ajuda especializada?

Apenas criar uma conta nas redes sociais e postar conteúdos aleatórios e sem qualidade não funciona. É preciso analisar o seu público-alvo, saber onde ele está, qual sua faixa etária, hábitos e outras características que só com muito estudo e planejamento é possível adquirir. E tem mais: uma vez coletado estes dados, é preciso interpretá-los e saber exatamente quais serão as melhores ações para que a empresa atinja seus objetivos.

Com tantas redes sociais, você sabe qual a mais indicada para o seu negócio?

Cada rede social tem suas características e particularidades, atraindo grupos diferentes de pessoas. Se o público-alvo da sua empresa são jovens, o Snapchat pode ser uma ótima opção! E o Facebook, você sabia que ele já é mais utilizado por pessoas de faixa etária mais alta? Será que e-mail marketing ainda oferece bons resultados? Todos estes insights fazem parte do trabalho de um profissional de marketing digital.

E então, a quantas perguntas você respondeu com “não”? Conte com a Big Data para ajudar a sua empresa a crescer cada vez mais, entre em contato para mais informações.